30 de dez de 2011

Uma Tour pelos X Factors de 2011


Esse post é totalmente dedicado à você, nosso leitor que, depois do vexame que foi o X Factor USA, ficou descrente com o programa e acha impossível que o X Factor renda uma boa temporada.

Para que você não desista do X Factor ou tente se matar, nós decidimos fazer um pequeno post resumindo os melhores X Factors do ano, que nos apresentaram artistas incríveis e que nos fizeram torcer, sofrer e chorar, diferente do que aconteceu no X Factor USA, que tudo já era muito previsível.

Vamos conhecer um pouco de cada X Factor que rolou em 2011 e quem sabe vocês se apaixonem por alguém? Primeiramente...



Vamos começar com algo mais leve. X Factor Alemanha. Provavelmente o pior X Factor do ano, com um Top 12 extremamente desinteressante no qual, os poucos que se salvavam, se perderam durante a competição. Assim como o X Factor USA, com o tempo, você acaba se acostumando com a mediocridade do programa e é aí que candidatos que não teriam chance em outras versões do programa se destacam e ganham nossa moderada torcida. Vamos aos candidatos que valem a pena serem mencionados:


David Pfeffer - Winner


Típico male winner. É aquele cara que você sabe que, se não ganhar, vai longe. Não é dos piores, tem uma voz bonita, mas é aquele Winner ao estilo Lee DeWyze, não só pela aparência e estilo, mas por ter tido seus altos e baixos no programa e não ser o mais merecedor da vitória. Dentre seus destaques no programa, acho que podemos citar Every Breath You Take, Yellow e Angel que, mesmo que não tenham superados as originais, ficaram boas a ponto de, talvez, justificar uma vitória.


Raffaela Wais - Runner Up


Outro clichê de Reality. A menina talentosa que não consegue ganhar o menino menos talentoso. Tudo bem que ela não é tão boa assim, acho que os dois estão no mesmo nível, já que ela também teve suas péssimas apresentações, como Someone Like You, que me tortura até hoje. Mas a moça também teve seus momentos de boas escolhas, como Torn e Empire State Of Mind.


Nica & Joe - 3º Lugar


Um dos grupos mais curiosos que eu não sei como chegou tão longe. Não estou dizendo que eles são ruins, mas eu não consigo entender como eles agradaram o povo, afinal o tipo de música que fazem não é dos mais comerciais que existem. Eles tiveram suas boas apresentações, como My Immortal e One, mas a voz do Joe (e o fato de ele achar que é o Fantasma da Ópera) cansa depois de duas apresentações. Sem falar que não combina muito com algumas músicas.


Rufus Martin - 4º Lugar


Outro candidato que foi longe demais. Seu visual de mendigo era um pouco irritante, mas com o tempo e com sua voz linda deu para se acostumar. Apesar disso, ele teve suas boas performances, como Freedom e You Give Me Something. Só que nem tudo é lindo no mundo do X Factor, então ele teve que nos proporcionar decepções como Ironic e It Will Rain na semana da sua eliminação (já dá pra entender o porquê de ele ter sido eliminado, né?).


Monique Simon - 5º Lugar


Monique era uma candidata interessante e que seguiu os passos de todos os candidatos dessa temporada, e fez de sua participação no programa uma montanha russa. Ela tinha presença e uma voz bonita, mas escolhas duvidosas. Infelizmente, para Monique, os baixos eram muito mais frequentes do que os altos. Dentre esses baixos, podem ser citados Time After Time, Edge Of Glory, Sweet About Me e Oh Mother.Como boas apresentações, acho que podemos listar Price Tag e If I Ain't Got You (?).


BenMan - 6º Lugar


Esses dois junto com o Josh Krajcik são o maior exemplo de que os mentores podem estragar um excelente act. Sua primeira apresentação com Fireflies foi excelente e eles mostraram ser um duo super cool e que talvez pudesse fazer sucesso no pós-show. O nível foi mantido com Jessie, na segunda semana. Mas nas semanas seguintes as escolhas feitas para eles foram cada vez piores, fazendo com que a qualidade caísse drasticamente. Uptown Girl marcou o começo da decadência e Bleeding Love finalizou, com a eliminação deles.


Bom, além deles, tiveram outros candidatos que não valem a pena dar tanto valor. Desde um Bruno Mars piorado, Kassim Auale, até uma versão pior (acreditem) do Diva Fever, os Boyz II Hot. Tivemos também a Diva de toda edição, Gladys Mwachiti, o velho pedante que não canta em inglês, Volker Schlag, o garotinho irritante que ninguém liga, Martin Madeja e o grupo péssimo que é eliminado primeiro, Soultrip. Agora que já passou a parte difícil, vamos ao próximo X Factor...



Sim! Australia! Apesar de possivelmente ser o X Factor mais conhecido por nós depois do USA e UK, ele não é o melhor, por isso aparece aqui, logo depois do X Factor Alemanha. O programa teve o mesmo problema do USA, mas em doses menores. Péssimos mentores e acts fracos. Só que no caso do X Factor Australia, só tivemos um mentor péssimo, a Mel B, ao invés de três, como no USA rs

Então vamos aos candidatos que prestam:


Reece Mastin - Winner


É, mais um vencedor masculino, não é uma novidade, né? Por outro lado, Reece foi um ótimo candidato e mesmo com seus deslizes, tinha uma voz e personalidade excelentes. Sem falar que ele conseguiu quebrar quase todos as "maldições" de programas do tipo, tendo ganhado a temporada com um bottom nas costas e mesmo tendo cantado "Feeling Good" (a música amaldiçoada para muitos). Entre as boas apresentações dele temos Dream On, She Will Be Loved, Joker & The Thief e Breakeven.


Three Wishez - 4º Lugar


Não acho eles tão bons quanto a maioria acha. Eles são legais, ela canta bem, são animados, modernos, mas os dois outros são um atraso pra vida dessa menina. Ela é excelente e poderia muito bem ser um solo act, já que as girls esse ano eram péssimas. Eles tiveram boas apresentações e até mereciam ir para a final, já que os outros dois acts que foram para a final, além do Reece, eram péssimos. Dentre as apresentações decentes deles temos Numb/Encore, Turning Tables e In The Air Tonight.


Declan Sykes - 5º Lugar


Ele é o mais overrated de toda a temporada. Uma voz excelente, mas ele é tão forçado para ser "o diferente" e o "weirdo" que fica ridículo. É até irritante como ele força a barra pra parecer o alternativo, como foi em I Write Sins Not Tragedies, na qual a voz dele ficou péssima. Por outro lado, ele tem um timbre interessante. Rendeu umas apresentações consideradas boas pela maioria, como Smells Like Teen Spirit, Fall At Your Feet, Help! e Uprising.


Audio Vixen - 9º Lugar


O melhor grupo e talvez o melhor act da competição, sendo eliminado injustamente contra Johnny Ruffo. Eles não eram os mais modernos, ou os mais bonitos, mas as apresentações deles eram, de alguma forma, interessantes e te prendiam a atenção. O melhor grupo ironicamente sendo o primeiro eliminado da categoria. Dentre suas apresentações marcantes, temos Somebody To Love, no bottom, Viva La Vida e Valerie.


Tirando esses, não tem nenhum act que valha a pena ser destacado. Tivemos três girls fraquíssimas, sendo duas delas rockers wanabe, Jacqui Newland que foi sabotada pela Mel, para não prejudicar a "roqueira da edição", Christina Parie, que era fraquíssima. A outra girl, Tyla Bertolli, foi a mais prejudicada porque, além de ser a pior girl, ainda sofreu com as péssimas escolhas da Mel B. Também tivemos o vexame, Johnny Ruffo, e o medíocre Mitchell Callaway que foram arrastadíssimos pelos votos femininos. Também tivemos o trio multirracial ridículo, Young Man Society, a primeira eliminada que achou que era Chapeuzinho Vermelho, mas não tão foi mal apesar de ter esquecido metade da letra, Cleo Howman e o velho arrastado, Andrew Wishart. Bom, é isso, pensando bem, acho que esse foi pior que o X Factor Alemanha, mas agora já era. Vamos ao...



Ah, a França... Bom, o X Factor França é aquele X Factor que está bem no meio. Não é o pior, mas nem o melhor. Vamos cortar o papo e ir direto aos candidatos que valem a pena. Sem ordem de preferência:


Matthew Raymond-Barker - Winner


Bom, Matthew é outro para entrar na lista dos Male Winners previsíveis, mas o caso dele é um pouco diferente. Ele só tem o visual desses winners típicos, mas ele é muito diferente, é solto no palco, não canta o mesmo tipo de música dos Lee DeWyzes da vida e é um pouco afeminado (o que pra mim faria ele perder a vaga de Male Winner para outro, como o Raphaël, vai saber). Bom, ele é um dos poucos que eu realmente curtia e gostava de assistir. Diferente do ganhador do X Factor Alemanha, Matthew teve uma trajetória excelente, nada previsível e estável, com poucos deslizes. Entre suas melhores apresentações podemos destacar Man In The Mirror, One, Time After Time e Viva La Vida. Como momentos não tão felizes, podemos destacar as inesperadas apresentações de Single Ladies e o enorme mashup de Love The Way You Lie/Tik Tok/Don't Stop The Music.


Marina D'Amico - Runner Up


A fofa da Marina. Uma voz linda, uma menina linda, mas um problema: não tinha muita personalidade. Semana após semana Marina rendeu boas apresentações, mas não tinha muita conexão entre elas. De I'll Be There até Only Girl (In The World), a qualidade era mantida, mas nunca tinha aquele brilho da artista. Suas boas apresentações, como It's a Man's Man's Man's World e Fuckin' Perfect não exigiram muita personalidade, porém, músicas que o fizeram, como Purple Rain e It's Oh So Quiet, foram a perdição da menina, sem falar no inglês dela que nem sempre ajudava. Apesar de tudo, Marina é boa, né.


Maryvette Lair -3º Lugar


Own. Maryvette é o tipo de act que ninguém acredita que vai longe, porque é muito boa. Ela é muito alternativa para esse tipo de programa, por outro lado, ela cantava muitas músicas francesas, então isso pode ter ajudado, já que era uma das poucas. Era minha favorita e a que, pra mim, merecia mesmo levar o prêmio, mesmo achando os outros dois bons. Para listar suas melhores apresentações, eu teria que colocar praticamente todas, então aqui vão algumas: Bang Bang, Si J'avais Un Marteau, Can't Get You Out Of My Head, I Want You Back, Déshabillez-moi e L'accordéoniste.


Sarah Manesse -4º Lugar


Outra mocinha muito boa, mas que talvez tenha saído na hora certa. Talvez ela fosse melhor do que a Marina, não sei. O bom desse Top 4 é que todos eram ótimos, cada um do seu jeito, é até difícil dizer quem merecia qual colocação. Pra mim só a Maryvette estava um nível acima, o resto estava no mesmo patamar. Alguns destaques da Sarah na competição foram Creep, Your Song, Feeling Good e Sweet Dreams (Are Made Of This)/Shout.


Florian Giustiniani - 5º Lugar


Ele não combina com a voz que tem, gente. Essa cara de criança com um vozeirão, não cola rs Por outro lado, o menino é bom, o que prejudicou foram as escolhas durante o programa. Nunca surpreendia e quando o fazia, era da pior maneira possível. Dentre seus destaques no X Factor temos Me and Mrs Jones e S.O.S. D'un Terrien En Détresse. Mas também, tivemos coisas como uma apresentação catastrófica de Baby.


Bérénice Schleret - 10º Lugar


A fofa da Bérénice não teve tempo de mostrar muito, mas suas três únicas apresentações foram capazes de mostrar o potencial da moça, que tem uma voz lindísima e uma sensibilidade incrível. Suas três apresentações foram Mon Vieux, I Still Haven't Found What I'm Looking For e Osez Joséphine.


Que valha a pena conferir mesmo, só esses seis acts. Mas tivemos grupos péssimos como Omega, e grupos arrastadíssimos, como 2nd Nature. Como um X Factor não é X Factor sem seu joke act, tivemos mais uma versão do Diva Fever, os Twem, que já passaram pelo X Factor UK. Além dos grupos, tínhamos Raphaël Herrerias, que era a minha aposta de vencedor bland, por ser LeeDeWyzístico. Também tínhamos uma Diva Disco Bland, Cécile Courdec e outro Winner em potencial, Vincent Léoty. Atenção, alguns vídeos estão com os nomes da apresentação e dos candidatos, no título, trocados, mas o vídeo está correto.

Passando dos X Factors moderadamente bons para os realmente bons, vamos ao próximo X Factor...



Sim! Países Baixos, aquele lugar que você nunca se lembra, mas que tem um X Factor excelente. O X Factor 2010 não foi dos melhores e até enganou quem pensava que o 2011 seguiria a mesma linha. Mas apesar de tudo, tivemos um X Factor muito bom. Mais uma vez, vamos aos bons candidatos:


Rochelle Perts - Winner


Rochelle foi a ganhadora do programa e segue aquela linha Fierce Diva, que todos conhecemos, mas ela é tão boa que até pessoas que, como eu, detestam divas, acabam se encantando, porque ela não é clichê. Uma voz poderosa, uma presença de palco marcante e ótimas apresentações garantiram a vitória à ela. De suas melhores podemos listar Fever, Nothin' On You, You Had Me, Clocks e Upgrade/Rude Boy. Sem falar no Winner Single, No Air (e a Studio Version).


Adlicious - Runner Up


Eles são o grupo que o Three Wishez tentou ser. Cantam bem, têm presença, têm estilo, carisma, são contemporâneos e eram meus favoritos. Sempre moderninhos e com coreografias eles conquistaram tanto o público que chegaram até a final e com uma trajetória excelente. Nenhuma apresentação deles foi ruim, inclusive foram todas ótimas, mas merecem ser comentadas: Telephone, Black or White, Free Your Mind, Bohemian Rhapsody, Hey Jude, Halo e Earth's Song.
E, só para não ficar sem comentar, eles cantaram uma música muito nossa, em um Mashup: Mas Que Nada/Conga. O Winner Single deles foi Maniac (que também saiu a Studio Version).


Rolf Wienk - 3º Lugar


É até estranho ver o último boy ficar de fora da final, acho que ninguém espera isso. Apesar de não ser o melhor boy de todos os tempos, Rolf era extremametne agradável, com uma voz bonita e algumas apresentações boas. Faltava um pouco de estilo para o menino, já que as apresentações dele, apesar de boas às vezes não tinham muito a ver. Vale destacar apresentações como All By Myself, The Man Who Can't Be Moved e Feeling Good.


Sim 'Ran - 4º Lugar


Se você gosta de divas, esse grupo é pra você. Três divas juntas, no lugar de um act. Negras e poderosas, é como eu consigo descrevê-las. Cantam bem, tem presença e até são contemporâneas, além de serem pessoas fofíssimas. E as meninas passaram por vários bottoms 2 durante o programa, sendo 4 deles seguidos (sendo eliminadas no quarto). Dentre suas melhores apresentações, tivemos Déjà Vu, California King Bed, Emotions e Nothing Else Matters.


Sway - 7º Lugar


Fofas. Essas meninas são lindinhas, talentosas e fofíssimas. Não eram o melhor grupo, porque ainda eram muito "verdinhas" para a competição, mas renderam algumas boas apresentações como Hit The Road Jack e o Mashup de Dreamgirls. Mas apesar de tudo, eram um act muito promissor que podia ter tido uma trajetória melhor, com escolhas melhores.

Além de todos esses, tivemos alguns acts que não eram necessariamente ruins, mas não conseguiram brilhar como deveriam/podiam. Um deles é a versão (não tão) mais bonita do Matt Cardle, Pyke Pos, que tinha uma voz bonita e teve umas boas performances, mas não vingou. Tínhamos também Jessica Mougin que, apesar de muito boa, nunca surpreendeu e caiu na mesmice. Outra que não mostrou tudo o que tinha (porque foi injustamente elimianda cedo) foi Jantine Mak, que tinha uma voz lindíssima, mas parece que não agradou ao povo.
E podemos listar de uma vez só, aqueles que tinham boas vozes, mas eram extremamente boring: o cute boy da edição, Tim Suyderhoud, a pseudo diva que não vingou, Tania Christoper, o aleatório eliminado na primeira semana, Jesse Zwaan e o esquisito/assustador Ed Ruyer.

Agora vamos ao último X Factor e, na minha humilde opinião, o melhor...



Quem diria que a Dinamarca poderia ter um dos melhores X Factors do mundo. Infelizmente, o melhor X Factor tem apenas 9 acts na fase de Live Shows, o que é triste, porque a gente sempre imagina os talentos que perdemos, mas é bom, porque não entram acts como Frankie Cocozza ou Simone Battle, só pra preencher o número de vagas. O X Factor Dinamarca é tão lindo que você acaba torcendo para tipos de candidatos que você nunca torceu ou gostou. Vamos ao que interessa, os candidatos:


Sarah - Winner


Infelizmente, o problema do X Factor Dinamarca é que o vencedor nunca é tão bom e essa temporada foi a maior prova disso, com um dos piores vencedores do ano. Sarah não é a pior cantora do mundo, nem a pior performer, mas comparado ao resto do Top 9, ela não deveria estar nem no Top 5. Ela é a típica candidata lésbica masculina com rostinho de bebê (a lá Justin Bieber?) que tem uma voz arranhada, mas não tem variedade e tem aquela personalidade clichê e fake. Dentre as boas apresentações dela temos Come Together, Sweet Dreams (Are Made Of This) e Fuckin' Perfect. Por outro lado, ela teve seus bons deslizes com Raise Your Glass, Save Me From Myself e The Climb.


Annelouise - Runner Up


No X Factor Dinamarca os acts são chamados só pelo primeiro nome mesmo, não sei o porquê. Annelouise é o tipo de candidata que só iria longe se estivesse em algum lugar como Suécia ou Dinamarca, onde os candidatos únicos e diferentes agradam o público. A voz dela é lindíssima, um timbre delicado e maravilhoso, quase divino. Além das apresentações sempre interessantes e hipnotizantes. Sem falar que ela entrou nos Live Shows como filler, por não ter aparecido muito , mas foi conquistando seu espaço. Estão entre suas melhores performances Golden Slumbers, Creep, Nothing Compares 2 U, Sweet Child O' Mine, Breathe Me e o dueto com a Fallulah (que é maravilhosa) cantando I Lay My Head/Out Of It.


Patricia - 4º Lugar


Favorita da temporada! Patricia já era uma artista completa quando entrou no programa e isso só ficou comprovado semana após semana. Tudo bem que ela tem um estilo e voz muito peculiares, o que não agrada a todos, mas tudo nela está pronto e funciona de um jeito estranho e maravilhoso e ela ainda consegue ser sexy. E o melhor de tudo, sempre cantando versões bem diferentes de músicas como You're The One That I Want, While My Guitar Gently Weeps, Uden Hinanden, Song 2 e Feeling Good, que infelizmente só temos o áudio.


Rikke Og Trine - 5º Lugar


Ah, as gêmeas fofas. São maravilhosas essas meninas, são esquisitas, estilosas, engraçadinhas e com personalidades super marcantes. Elas não eram as mais amadas, talvez por serem meio alternativas e estranhas, mas nos proprcionaram umas boas apresentações e bem criativas como You're Not Alone, Riverside, Love Will Tear Us Apart e Here Comes The Sun.


Bom, como tem apenas 9 acts, podemos parar por aqui e mencionar os outros brevemente, já que não tiveram tantas apresentações. Dos machos, tivemos o pirralho irritante que foi pra final sem merecer, Babou, o boy que teria o amor das meninas, mas que era talentoso, Ramus, e o chato e irritante do Ercan. Só faltou mencionar os dois outros grupos, que não eram tão bons, mas não eram ruins: DeeVibez, uma versão dinamarquesa do Sim 'Ran, com três negras fierces que saíram na primeira semana, mas podiam ter ficado mais e o duo que nos faz lembrar do BenMan, mas que não são tão bons, o JR.



Bom, é isso, acho que com esse post podemos mostrar que, apesar do X Factor USA ter sido péssimo, não é culpa do programa ou do formato em si, já que temos versões excelentes pelo mundo todo. E se vocês curtiram algum X Factor, procurem por outras temporadas, porque eu posso garantir que tiveram bons candidatos, como Jesper Boesgaard, The Fireflies, Anna Faroe, Alien Beat Club, Sally Chatfield e por aí vai...

Um dia perfeito para fazer esse pequeno post, assim nós entramos em 2012 com muitas esperanças de que poderemos ter um X Factor USA melhor no próximo ano. E então, de qual X Factor vocês mais gostaram? Qual act chamou mais a atenção de vocês?

Continue lendo...

24 de dez de 2011

Feliz Natal para os leitores mais incríveis do mundo!

Image and video hosting by TinyPic

Continue lendo...

23 de dez de 2011

David Archuleta abandona carreira musical para virar missionário mórmon

Image and video hosting by TinyPic

É isso mesmo. David Archuleta anunciou em um dos shows da sua turnê de natal que pretende deixar de lado a carreira musical para ir para algum lugar do mundo pregar sobre a doutrina da Igreja dos Santos dos Últimos Dias. "Não é porque alguém me disse que deveria fazer isso ou porque eu tenha me cansado da música, mas sinto que essa é a próxima coisa que devo fazer na minha vida”, disse Archuleta, emocionado, enquanto era aplaudido de pé por seus fãs. Longe da gente querer insinuar algo nesta véspera de natal, mas vale lembrar que, neste ano, David foi dispensado pela Jive Records após as vendas baixíssimas do seu segundo álbum. Então, agora você já sabe: se algum mórmon bater na sua porta, não finja que não tem ninguém em casa, pois pode ser o David Archuleta.

P.S. Nós do Coloca podemos até imaginar qual vai ser a reação das fãs dele quando souberem disso:


JESUS? How did you vote for that loser, that loser had never shaved!

Continue lendo...

22 de dez de 2011

Melanie Amaro é a grande campeã do X Factor USA!

Image and video hosting by TinyPic

É hoje! A tão esperada Final! Hoje saberemos qual dos três finalistas, Melanie, Chris e Josh, será o grande vencedor do X Factor e vai acordar amanhã 5 milhões mais rico. Depois de uma final não tão empolgante ontem, teremos, em tese, um espetáculo com direito à apresentações incríveis e muitos convidados talentosos!

Siga o twitter do Coloca dedicado ao X Factor: @colocanoxf

Baixe o episódio na íntegra (sem legenda):
- Filejungle
- Fileserve (AVI)
- Filesonic (AVI)

Assista a vídeos online das apresentações da Final:

Top 3:
Melanie Amaro - All I Want For Christmas Is You (Mariah Carey) - [VIDEO] - [MP3]
Chris Rene - Have Yourself A merry Little Christmas (Judy Garland) - [VIDEO] - [MP3]
Josh Krajcik - Please Come Home for Christmas (Charles Brown) - [VIDEO] - [MP3]

Depois disso, temos um pouco de resultados e Steve anuncia o terceiro colocado da temporada. E essa pessoa é... Chris Rene!

Além disso, essa noite tivemos algumas ótimas (sic) apresentações de convidados especiais, que incluem o Top 12 dando um show. Temos também Drew cantando a última frase de uma música com Justin Bieber e surtando por cantar com ele. E tivemos um lindo Top 5 de momentos mais chocantes, duelos LA x Simon e Paula x Nicole. Além da Rachel Crow apresentando uma das atrações da noite e fazendo um trabalho melhor do que o Steve fez na temporada toda.

Top 12 - The Edge Of Glory (Lady GaGa) - [VIDEO]
Justin Bieber e Stevie Wonder - Chestnuts Roasting on an Open Fire/Santa Claus is Coming to Town - [VIDEO]
Leona Lewis - Run (Snow Patrol) - [VIDEO]
50 Cent e Astro - Wait Until Tonight (50 Cent) - [VIDEO]
Pitbull, Ne-Yo e Marcus Canty - Give Me Everything (Pitbull) - [VIDEO]

E, para fechar a noite, o Top 2 se apresenta pela última vez, agora juntos.

Josh Krajcik e Melanie Amaro - Heroes (David Bowie) - [VIDEO] - [MP3]

Veja o anuncio da vitória de Melanie Amaro clicando aqui.

Continue lendo...

21 de dez de 2011

X Factor USA 2011: Grand Finale


Finalmente, hoje temos a Grande Final do programa! Melanie Amaro, Chris Rene e Josh Krajcik. Simon Cowell, LA Reid e Nicole Scherzinger. Três acts brigam pelos 5 milhões, mas só um vai ganhar! Para quem vai a sua torcida?

É dia de final e esperamos muitas apresentações excelentes e dignas de pimenta, para compensar a temporada recheada de apresentações fracas, né? Será que Melanie vai fazer mais um discurso para todos? Será que Nicole vai continuar seu bom trabalho e dar algo da Katy Perry para o Josh cantar? Será que existe alguma chance do Chris perder?

Bom, isso só saberemos hoje, às 23h, quando o Top 3 se apresentar. Será que, assim como no X Factor UK, o terceiro colocado será revelado hoje? Vamos esperar para ver.

Siga o twitter do Coloca dedicado ao X Factor: @colocanoxf

Baixe o episódio na íntegra (sem legenda):
- Filejungle
- Fileserve (AVI)
- Filesonic (AVI)

Assista a vídeos online das apresentações da Final:
Round 1:
Josh Krajcik e Alanis Morissette - Uninvited - [VIDEO] - [MP3]
Chris Rene e Avril Lavigne - Complicated - [VIDEO] - [MP3]
Melanie Amaro e R. Kelly - I Believe I Can Fly - [VIDEO] - [MP3]

Round 2:
Josh Krajcik - At Last (Etta James) - [VIDEO] - [MP3]
Chris Rene - Young Homie (Original) - [VIDEO] - [MP3]
Melanie Amaro - Listen (Beyoncé) - [VIDEO] - [MP3]

Continue lendo...

20 de dez de 2011

Kelly Clarkson e Jennifer Hudson participam do VH1 Divas 2011

Image and video hosting by TinyPic

Ontem rolou mais uma edição do clássico VH1 Divas, que reúne algumas das melhores cantoras da atualidade. Neste ano, a Soul Music foi o grande tema da noite. Kelly Clarkson e Jennifer Hudson participaram pela segunda vez do evento - as Idols também marcaram presença em 2009. O show também contou também com as incríveis Jessie J, Mary J Blige, Jill Scott e Florence Welch, além de ter tido participações especiais de Boyz II Men, Erykah Badu, Chaka Khan e Estelle.

Como você já deve esperar, as apresentações foram praticamente uma disputa de quem gritava mais alto entre as divas atuais e da terceira idade, mas é uma delícia ver Kelly Clarkson cantando clássicos como "Chain Of Fools" e Jennifer Hudson pulando ao som de "Since U Been Gone". Aliás, o grande destaque da noite foi a eterna Dream Girl se revelando a nova disco diva ao cantar a ótima "Night Of Your Life". Já queremos clipe!

Clique em continue lendo para ver os vídeos das nossas Idols.

Kelly Clarkson, Jennifer Hudson e Mary J Blige - Medley


Jennifer Hudson, Jessie J, Mavis Staples, Erykah Badu, Chaka Khan - Memphis Tribute


Kelly Clarkson, Marsha Ambrosius, Sharon Jones, Martha Reeves, Ledisi - Detroit Medley


Kelly Clarkson - What Doesn't Kill You (Stronger)


Jennifer Hudson - Night Of Your Life

Continue lendo...

17 de dez de 2011

Ouça "Better Than I Know Myself", novo single do Adam Lambert

Image and video hosting by TinyPic

Ele está de volta! E agora não é por causa de nenhuma música antiga de gravadora aproveitadora. Depois de muita expectativa, Adam Lambert divulgou oficialmente em seu canal no YouTube o seu novo single, "Better Than I Know Myself".

Ouça: Adam Lambert - Better Than I Know Myself


A música, produzida por Dr. Luke e Claude Kelly, que também contribuíram no seu último álbum, segue os moldes melodramáticos de "Whataya Want From Me", música do Adam com melhor aceitação do público. Ou seja, infelizmente, dessa vez, provavelmente não veremos nosso Lady Gago dançando de forma extravagante e esfregando a cara de dançarinos no seu pênis em alguma apresentação polêmica.

"Better Than I Know Myself" começa a ser vendida no iTunes no dia 20 de dezembro e o novo álbum, intitulado Trespassing, chega às lojas em março do ano que vem.

Continue lendo...

16 de dez de 2011

Kelly Clarkson está magra e dançante no clipe de "What Doesn't Kill You (Stronger)"

Image and video hosting by TinyPic

Se você achava que só por que Kelly Clarkson está balofinha ela ia pagar mico dançando no clipe de "What Doesn't Kill You (Stronger)", está muito enganado. A nossa querida idol, que está mais morena e inclusive aparenta ter emagrecido um pouco, mandou bem no flashmob e dançou mais que muita cantora pop Britney Spears que tem por aí.



A ideia é ótima. Muitos fãs, de vários países, mandaram vídeos para terem a chance de aparecer no clipe da cantora. Aqui no Brasil, uma equipe organizada pelo pessoal da comunidade nacional da Kelly Clarkson também fez o seu videozinho, mas infelizmente não entraram na edição - o que é uma pena, pois repetiram vários vídeos durante o clipe!

Continue lendo...

15 de dez de 2011

X Factor USA 2011: Live Show 8: Semifinal - Results


Hoje é dia de eliminação! Todos comemoram o fato de faltar cada vez menos para o programa acabar! O programa de hoje promete muita confusão e playback, pois teremos convidados incríveis. Fazendo um contraste temos Nicole Scherzinger e Florence + The Machine se apresentando hoje.

E, o mais importante, é dia de formarmos a final! Quem será que vai ser arrastado até o fim? Será que tem alguma chance de nos despedirmos de um Boy? Ou será que vamos da adeus à um dos dois únicos relevantes, Josh e Melanie? É a primeira semana que os jurados não vão dar pitaco e o público decide quem sai, será que assim o Marcus sai (sem ter a Nicole e a Paula para salvarem ele)?


Siga o twitter do Coloca dedicado ao X Factor: @colocanoxf

Baixe o episódio na íntegra (sem legenda):
- Filejungle
- Fileserve (AVI)
- Filesonic (AVI)


Saiba o resultado do programa de hoje:


No Top 4, os jurados já não tem mais poder para eliminar ninguém, é a primeira vez que a eliminação está totalmente nas mãos do público... Chris Rene e Melanie Amaro foram os primeiros a serem salvos, deixando Josh Krajcik e Marcus Canty na zona de perigo. Um deles foi o menos votado, o outro vai para a final... E o último act salvo foi... Josh Krajcik!

E, depois de muito sofrimento (nosso), finalmente demos adeus ao arrastadíssimo Marcus Canty!

Continue lendo...

14 de dez de 2011

X Factor USA 2011: Live Show 8 - Semifinal


Boa tarde para você que pode ir para o seu quarto bottom seguido e ser salvo mais uma vez pela Nicole e sua safadeza, eliminando alguém nitidamente mais talentoso. Hoje é dia de X Factor USA e teremos muito entretenimento e muita apresentação boa (sic) nessa noite de quarta feira.

Hoje teremos o Top 4 cantando duas músicas, sendo uma delas escolhida pelo povo que votou através do Pepsi Challenge e a outra uma escolha dos participantes com os seus mentores.

Siga o twitter do Coloca dedicado ao X Factor: @colocanoxf

Baixe o episódio na íntegra (sem legenda):
- Filejungle
- Fileserve (AVI)
- Filesonic (AVI)

Assista a vídeos online das apresentações do Live Show 8:
Round 1:
Marcus Canty - I'll Make Love To You (Boyz II Men) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Que ele canta é óbvio, mas precisa fazer mais do que isso né, gente. Ele é tão brega, sério!
Legey - Bom, é aquela coisa, eu podia falar que ele SÓ canta bem e não tem nada além disso, mas ultimamente nem cantar bem ele tem cantado. E ainda é cafona. Morre.

Chris Rene - Fly (Sugar Ray) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Foi divertidinho, falae. Só isso, mais nada.
Legey - Não entendo como alguém gosta disso. Ele não é bom nem dentro do estilo rapper que se propõe a fazer. Talento ZERO. E, ainda que ele seja bom escrevendo os raps, isso não é Platinum Hit.

Melanie Amaro - Hero (Mariah Carey) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Ela já se consagrou a diva da temporada, então a gente tem que entender que escolhas como "Hero" vêm junto no pacote. Deixem ela ter o momento dela, não façam o Kanye West.
Legey - Ai, gente, sério? Detestei. Melanie virando aos poucos o tipo de diva que detesto e que ela não era. Sem falar que, nesse clichê de diva AI, tem milhões melhores.

Josh Krajcik - Come Together (The Beatles) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Fez valer a pena passar os primeiros minutos do meu aniversário assistindo ao programa. Eu adoro o Josh e quero muito vê-lo na final, prontofalei.
Legey - Já vimos, nessa noite, o porque das votações serem um lixo. Esse povo vota muito mal. Come Together foi clichê e nem funcionou muito bem. Ainda é o melhor, mas to começando a achar que estão estragando ele e que ele tá totalmente overrated.


Round 2:
Marcus Canty - Careless Whisper (George Michael) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Se chamei a primeira apresentação dele de brega, então essa aqui é o cúmulo da breguice. Ele só pode se achar o gostosão dançando desse jeito. Sério, não sou obrigado!
Legey - Olha, e eu achava que não podia piorar. Essa foi, sem dúvida a pior da noite e a pior dele. Brega, clichê, mal cantado, versão boring, apresentação fraquíssima, enfim. Medo.

Chris Rene - No One (Alicia Keys) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Sabe que eu tava curtindo o início?! Passou-se 5 segundos e só não coloquei no mute por causa dos backing vocals.
Legey - Como de costume, Chris fazendo força para ser o pior da noite. Ele viu o que o Marcus fez e se esforçou pra ir pior. Um homem cantar essa música já é tenso. Um homem que NÃO CANTA então, Deus me livre.

Melanie Amaro - Feeling Good (Nina Simone) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - DESCULPINTÃO, mas eu adorei isso que ela fez. Não to dizendo que ninguém faz igual ou melhor, mas ela foi incrível! Ela estava linda e cantou como nunca. Meu prêmio vai pra você, Melanie, sua linda!
Legey - Olha, vou ser sinceríssimo. Tá, a Melanie se recuperou da primeira apresentação e até foi bem. Mas foi tudo (como sempre) muito just ok, ela não impressiona, não vai mais longe. O final foi legal e deu uma melhorada no nível, mas de todas as versões que me lembro de Feeling Good, essa é a pior.

Josh Krajcik - Hallelujah (Leonard Cohen) - [VIDEO] - [MP3]

Marvin - Dormi.
Legey - Pior escolha da noite. Música clichê e de moment pré fabricado. Nada a ver com a voz dele, nada a ver com ele e ficou tudo muito na cara de que a Nicole tentou forçar um "winning moment". Detestei.

Continue lendo...

12 de dez de 2011

Ouça a versão oficial de "Cannonball", winner single das Little Mix!

Image and video hosting by TinyPic


Ouça: Little Mix - Cannonball


As garotas do Little Mix - que começaram o programa como Rhythmix, mas tiveram que mudar de nome - venceram o preconceito contra as girlsbands e chegaram lá: se tornaram as grandes campeãs do X Factor UK! Vale lembrar que nunca na história desse país um grupo venceu o reality show britânico. Quem chegou mais perto foi o JLS, em 2008, e o One Direction, em 2010. Com muito carisma, estilo e talento, as quatro inglezinhas, sempre muito bem orientadas por Tulisa Contostavlos, traçaram o caminho de verdadeiras dark horses. No início, elas ainda estavam um tanto quanto sem química e eram ofuscadas por Janet Devlin e Misha B, mas com o tempo foram ganhando experiência, fazendo apresentações cada vez melhores e chegaram à final como favoritas absolutas.

Se você se encantou com o talento nato e potência de Perrie Edwards, ficou cativado pelos falsete lindos da Jade Thirlwall, se emocionou com a vítima de bullying e gordelícia mirim Jesy Nelson e ficava aflito cada vez que Leigh-Anne Pinnock ia cantar, com medo de que ela errasse a letra, comemore! O single das meninas, a lindíssima "Cannonball", originalmente gravada por Damien Rice, já está a venda e tem tudo para ir direto para o topo das paradas britânicas.

Continue lendo...

11 de dez de 2011

X Factor UK 2011: Top 2 - O vencedor será revelado!


Boa tarde pra vocês que provaram que um reality show não precisa do Simon Cowell para ser bom. É hoje que saberemos quem será o grande vencedor X Factor UK!

De um lado, Marcus Collins, o boy previsível e comum com uma história triste, do outro, Little Mix, o quarteto de meninas mais fofas e sentimentais que nós conhecemos. Você já escolheu o seu favorito? Então conta mais!

Siga o twitter do Coloca dedicado ao X Factor: @colocanoxf


Assista a vídeos online das apresentações do primeiro dia da Grande Final:
Round 1:
Marcus Collins - Higher and Higher (Jackie Wilson) - [VIDEO]
Little Mix - Don't Let Go (En Vogue) - [VIDEO]

Round 2:
Marcus Collins - Last Christmas (Wham!) - [VIDEO]
Little Mix - Silent Night (Bing Crosby) - [VIDEO]

Round 3 (Winner's Single):
Marcus Collins
- Cannonball (Damien Rice) - [VIDEO]
Little Mix
- Cannonball (Damien Rice) - [VIDEO]


Mas, assim como ontem, a noite não foi feita apenas de apresentações do Top 2. Tivemos o Top 15 + Goldie Linda cantando 72 músicas e a participação das queridíssimas bandas Coldplay e Westlife (não tão queridíssimos assim):

Top 15 + Goldie - We Found Love/Party Rock Anthem/On The Floor/Edge Of Glory - [VIDEO]
Westlife - What About Now - [VIDEO]
Coldplay - Glowing In The Dark/Paradise - [VIDEO]

Depois disso, momentos de tensão, enrolação e o tão esperado resultado. Marcus Collins e Little Mix, um vencedor. Seria a primeira vez que um Group ganharia o programa? Ou a terceira vez seguida que um Boy ganha? Confira o vídeo com o resultado e a última apresentação do Winner Single:

And The Winner is... - [VIDEO]
Cannonball - Winner Single - [VIDEO]

Bom, gente, na verdade o vídeo do resultado seria colocado aqui normalmente, mas a imagem que aparece no vídeo é spoiler total, com comemoração e tudo haha Então acho mais válido postar um link assim.

E com isso se encerra uma edição excelente do X Factor UK que, mesmo com suas falhas mostrou que Simon precisará ralar muito para conseguir que o X Factor USA atinja o nível excelente do programa.

Continue lendo...

 

Quem Coloca no Idol

  • Twitter do Geo
  • Twitter da Binha
  • Twitter do Danilo
  • Twitter do Guto
  • Twitter do Zeca
  • Twitter do Marcelo
  • Twitter da Camila
  • Twitter da Julia

Coloca | [LOGIN] | | [CRIAR NOVO POST] | | [EDITAR POSTAGENS] | | [MODERAR COMENTÁRIOS] |