Colton Dixon Deandre Brackensick Elise Testone Erika Van Pelt Heejun Han Hollie Cavanagh Jeremy Rosado Jermaine Jones Jessica Sanchez Joshua Ledet Phillip Phillips Shannon Magrane Skylar Laine

9 de nov de 2009

Ouça o novo CD de Kris Allen

Ouvir CD de Kris Allen

O site da AOL liberou o CD do vencedor do American Idol 8, Kris Allen, completo para ouvir online. Como o streaming do site ainda não está funcionando muito bem para nós, brasileiros, o Coloca disponibiliza pra você todas as músicas do novo álbum do cantor.

01 Live Like We're Dying (Steve Kipner, Andrew Frampton, Danny O'Donoghue, Mark Sheehan)

Independente de ser cover ou não, essa música é espetacular. A letra, a mensagem (mesmo que clichê), a rapidez da melodia... Se o Kris tivesse uma voz um pouquinho mais black e menos chorada, a versão teria ficado melhor ainda, mas mesmo assim, muito boa e original perto do que temos no mainstream atualmente. Ótima escolha de primeiro single. Nota: 9,5.

02 Before We Come Undone (Kris Allen, Lindy Robbins, Greg Kurstin)

Ótima, ótima, ótima. Um grande single em potencial. Viciante demais. Está no Top 3 de melhores músicas do álbum. Nota: 10,0

03 Can't Stay Away (Kris Allen, Lindy Robbins, Mike Elizondo)

Mais uma que é viciante, desde o "tararan" até os "Wo-oh wo-oh". E é inegável a influência de Maroon 5 nessa faixa. Acho que devia ser o segundo single, tem todo o potencial pra fazer sucesso demais. Nota: 10,0

04 The Truth (Pat Monahan, Toby Gad)

O início me lembrou Creed. O refrão é ótimo e muito comercial! É a melhor balada do CD e também merece ser single. Nota: 9,5

05 Written All Over My Face (Steve Kipner, Andrew Frampton, Danny O'Donoghue, Mark Sheehan)

O início dessa me lembrou 3 Doors Down da época de Kryptonite e Be Like That. Música muito boa, tô adorando essa coisa soft rock que Kris incorporou. Nota: 9,0

06 Bring It Back (Kris Allen, Francis White)

Chegamos no momento The Fray do álbum. Eu, particularmente, acho The Fray meio boring, e também achei essa música meio chatinha. Pra mim, é a primeira música "completa álbum" do CD. Nota: 6,5

07 Red Guitar (Kris Allen)

Essa é a que ele fez pra esposa dele. Achei bacana também! É mais uma pra completar CD, não tem nada de WOW, mas é gostosinha de ouvir. Nota: 7,0

08 Is It Over (Kris Allen, Cale Mills, Mike Elizondo)

Mais uma que curti demais. Achei bem a vibe do Gavin Degraw. Não gostei tanto do refrão quanto gostei das estrofes, mas a música, no geral, é muito boa. Nota: 8,5

09 Let It Rain (Kris Allen, Tobias Karlsson)

Não é que seja ruim, mas é a mais descartável do CD, né. Nao tem nada que chame muita atenção. Confesso que sinto vontade de pular ela quando ouço. Nota: 6,0

10 Alright With Me (Kris Allen, Joe King)

Ótima! Essa música é muito, mas muito, a cara do Kris. É o tipo de música que não vai ser single, mas vai ser uma das preferidas dos fãs. Sabe aquela coisa que tem em músicas como "Black Horse And Cherry Tree", que você não sabe bem o que é, mas te faz adorar a música? Então... Nota: 10,0

11 Lifetime (Kris Allen, Jon Foreman, Mike Elizondo)

Senti uma vibe country nessa música. Não tem pontencial pra single nem nada, mas achei bem simpática. Musiquinha pra relaxar. Nota: 7,0

12 I Need To Know (Kris Allen, Lindy Robbins, Toby Gad)

A voz de sono do Kris, que tinha acabado de acordar quando gravou, deu a essa música o clima mais intimista de todo álbum. O timbre melancólico combina perfeitamente com a melodia arrastada. Infelizmente, achei o refrão fraco demais. Deviam ter pensando em algo melhor do que ficar repetindo "I Need To Know" ad eternum. Meio que disperdiçaram uma ideia ótima. Nota: 7,2

BONUS TRACK
13 Heartless (Malik Yusef El Shabbaz Jones, Scott Mescudi, Kanye West, Ernest Wilson, Jeffrey Bhasker, Benjamin McIldowie) #NoBoundariesFail

Eu gostei tanto dessa versão que tô até em dúvida se prefiro ela ou aquela acústica. Achei o arranjo fantástico, a combinação dos riffs de guitarra, com o batidão, com os "ah ah ah" da backing vocal... achei muito bom. Por incrivel que pareça não curti muito os vocais do Kris em algumas partes, mas enfim, KANYE WHO? Nota: 8,5

RESUMO: Me surpreendi. O CD é bem pop/soft rock, o que deixa toda a fama de "cantor de barzinho" do Kris no passado. As faixas seguem todas uma mesma linha, mas estão longe de serem todas iguais. Kris vai de Maroon 5 a The Fray e flerta com várias influências de uma maneira que mostra o grande artista que ele realmente é. O álbum começa espetacular, cai de rendimento a partir de Bring It Back, e depois retoma o fôlego com Alright With Me, a faixa mais "carismática" do álbum todo.

Apesar de ter gostado de ver o Kris seguindo essa linha pop/rock, senti falta de algo acústico, voz e violão, que foi a faceta que ele mais mostrou no American Idol. Deixando toda a minha parcialidade de lado, me arrisco a dizer que é o segundo melhor CD de um vencedor do American Idol, perdendo apenas pro Some Hearts, da Carrie.

Melhores músicas com potencial pra single: Live Like We're Dying, Can't Stay Away, Before We Come Undone, The Truth e Written All Over My Face
Faixa destaque: Alright With Me
Melhor balada: The Truth
Melhor música Up-time: Can't Stay Away
Pior música: Let It Rain

Nota final do álbum: 8,36

14 comentários:

Anônimo disse...

uhu!!!!!!!!!!!Finalmente!!!! Quando chegar em casa ouvirei todas!!!!!!!!!!!!

Made

Bruno Batiston on 9 de novembro de 2009 20:32 disse...

O primeiro single dele é uma versão.
David Cook já tem uma música chamada "The truth".
Jordin Sparks já tem uma chamada "Let It Rain".
No novo CD da Katharine McPhee vai ter uma chamada "Lifetime".
Outra versão no CD: "Heartless".

NINGUÉM pode dizer que o forte dele é personalidade.

Conrado Serpa on 9 de novembro de 2009 20:51 disse...

Bruno, saudade de você! A Leona Lewis também tem uma música chamada "Let It Rain". Acho que esse título tá na moda entre os Idol's.

Rodrigo F. on 9 de novembro de 2009 21:07 disse...

A voz dele eh muuuito agradável.. Eu gostava bastante dele [Heartless foi a melhor dele e ele melhorou inda mais no CD] Não conheço as músicas originais citadas acima, mas enfim... Não acho ele sem personalidade!

Mas eu não gostei muito do CD. Não é bem o tipo de música que costumo ouvir... São fáceis de mastigar e tudo... talvez eu até faça o download...

Não esperava nada mais nem menos dele...

Espero que os fans tenham gostado mais que eu...

P.S.:O legal é que as notas estão lindas e eu consigo alcaçar todas... Vou pelo menos me divertir cantando...

Anônimo disse...

Sem personalidade? O menino ganhou pela qualidade nas mudanças dos arranjos originais!!! Dor de cotovelo é triste!!!Tsts...

Made

Thiago Amaral disse...

Sou mais o Daughtry e o Cook. =)

Anônimo disse...

Exagero dizer que é o melhor CD depois de Some Hearts, hein? Acho que a Kelly consegue bater tanto o Kris quanto a Carrie.

Geovane Sousa on 18 de novembro de 2009 00:40 disse...

Anonimo, o primeiro CD da Kelly (Thankful) é um CD que atira pra todos os lados. Não mostra uma Kelly com identidade definida. Tem musicas boas, como Miss Independent, Low e Just Missed the Train, mas perde MTO em qualidade ARTISTICA, assim...

Anônimo disse...

Não acredito que as pessoas venham aqui pra comparar o album do Kris com outros.
Cada artista tem a sua particularidade e seu estilo, não faz sentido algum comparar o album dele com os albuns de outros participantes do programa.
Mesmo porque isso é muito subjetivo, já que gosto não se discute e os estilos de música envolvidos são diversos.
Eu sempre gostei dele nas apresentações do American Idol por ter personalidade e saber inovar nos arranjos, e achei que o album tem muito potencial!
Senti falta de pelo menos uma cançao acústica, que para mim, era o forte dele. Mas enfim...Está de parabéns e tende a crescer na carreira por ser um compositor e não apenas um intérprete.

Preacher on 2 de dezembro de 2009 10:35 disse...

Este tipo é espectacular e ponto final. Canta bem e afinado, tem um timbre de voz muito característico, carismático e apelativo. O álbum está cinco estrelas e é claro que cada um se identifica mais ou menos com esta ou aquela faixa, mas no conjunto é muito bom. Eu fiquei deveras supreendido com este artista porque pensei que era mais um, mas não é. Quando à imagem do Kris, acho que não tem nada que mudar. A variedade de artistas e estilos que hoje pululam por ai é tão grande, que ele tem mais é que ser ele mesmo. PS: já agora ouçam também Gary Go – álbum Gary Go, outro grande artista, mas doutra espécie…

Preacher - Lisboa (Portugal)

Anônimo disse...

Consegui escutar o cd finalmente. Adorei, o instrumental podia ser um pouco melhor, mas o cd tá muito bom, pelo menos pra mim que gosto desse estilo meio folk. A voz dele é um tesão, mas gostei muito mais da versão da musica do lighthouse family. Tinha q ter entrado.

Made

Anônimo disse...

CD mais fraco da temporada,IMO Allison é a q tem o melhor CD!

Allison>>Adam>>>>Kris

Anônimo disse...

alguém tem como me passar o link de heartless em versão acústica?????

Bruno Batiston on 9 de fevereiro de 2010 20:35 disse...

Engraçado como eu era estressadinho com o Kris, porque eu não acho que ele tenha merecido ganhar meeeeeeeesmo (Allison pra sempre, se bem que pra ganhar do Adam (ew) eu deixava até a menina do biquini ganhar), e agora tô eu aqui, baixando o CD do Kris e até meio viciado em algumas músicas, haha... É, acho que eu sou meio exaltado, de vez em sempre. :D

Postar um comentário

 

Quem Coloca no Idol

  • Twitter do Geo
  • Twitter da Binha
  • Twitter do Danilo
  • Twitter do Guto
  • Twitter do Zeca
  • Twitter do Marcelo
  • Twitter da Camila
  • Twitter da Julia

Coloca | [LOGIN] | | [CRIAR NOVO POST] | | [EDITAR POSTAGENS] | | [MODERAR COMENTÁRIOS] |